Estratégias de estudos para OAB: conheça os principais métodos!

Todo bacharel em Direito precisa ser aprovado no Exame de Ordem para poder exercer a profissão de advogado. Se você terminou a graduação e está em busca desse sonho, então deve começar a montar algumas estratégias de estudos para OAB.

Apesar de não ser uma prova tão difícil quanto parece, há um grande volume de matérias para serem estudadas, e elas exigem bastante atenção. A prova contém 80 questões, e o candidato precisa acertar a partir de 40, para ser aprovado na primeira fase.

Para se preparar da melhor forma, é necessário organizar um plano de estudos com ciclos e revisões periódicas. Além disso, quanto antes você começar a se programar, melhor. Geralmente, os candidatos têm somente cerca de dois meses de estudos, contados a partir da publicação do edital!

Quer ter uma preparação de alto rendimento e aprovar no exame? Este artigo vai apresentar as principais estratégias de estudos para OAB.

Defina as suas prioridades do momento

Antes de tudo, você precisa ter em mente que está se preparando para um grande desafio da sua vida acadêmica e profissional. Portanto, deve priorizar esse exame até a tão sonhada aprovação.

Deixe os compromissos menos relevantes para depois da prova. Sair, conversar e passar um tempo com família e amigos é uma necessidade humana, mas você deve dosar esse tempo para não extrapolar e acabar prejudicando os seus horários de estudos.

Aproveite o tempo que você tem disponível para estudar. Faça pequenos intervalos para o descanso e necessidades básicas do dia a dia, mas deixe para fazer a social após a aprovação no exame.

Selecione materiais de estudo de qualidade

Parece uma dica óbvia, mas muitos candidatos ainda cometem o erro de estudar por livros e apostilas antigas. O Direito é uma ciência que está em constante evolução — novas leis são editadas, posicionamentos doutrinários surgem, novas jurisprudências são publicadas por Tribunais e magistrados, e assim por diante.

Nesse sentido, a legislação brasileira está em um processo contínuo de mudanças e aprimoramento. Logo, os materiais precisam ser atualizados e devem abordar as disciplinas que são exigidas pelos examinadores.

Além disso, evite baixar materiais da internet de anos atrás sem conferir a procedência. Verifique a origem do conteúdo: ele foi produzido por professores confiáveis e com credibilidade no mercado? Lembre-se de que você pode estar perdendo um precioso tempo do seu estudo. Nesse ponto, é importante mencionar que existem bons materiais gratuitos, mas você precisa pesquisar por referências antes de sair estudando por qualquer ferramenta.

Elabore um plano de estudos

O planejamento serve justamente para organizar os seus estudos. Afinal, é comum os alunos ficarem perdidos em meio a tanto conteúdo para rever. Portanto, crie um cronograma detalhado com as disciplinas a serem estudadas e o tempo que você vai dedicar a cada uma.

Você pode distribuir as matérias por dia da semana. Por exemplo: Direito Civil na segunda-feira, Direito Penal na terça-feira, Direito do Trabalho na quarta-feira, Direito Tributário na quinta-feira, e assim por diante. Para não se sobrecarregar, uma sugestão é dividir o seu dia por blocos com assuntos diferentes.

Não se esqueça de observar a relevância de cada matéria para a prova. Por exemplo, Ética cobra 8 questões, enquanto para ECA costuma cair duas questões. Tenha senso de criar um cronograma viável, que seja realmente possível de ser cumprido. Reserve os finais de semana para relaxar, ou então diminua o ritmo, de forma a não sofrer estafa mental. Depois, é só obedecer e seguir exatamente aquilo que você mesmo determinou no planejamento.

Confira algumas dicas a serem observados no momento de montar o seu cronograma de estudos:

  • faça o planejamento levando em consideração o resultado dos seus simulados;
  • verifique a quantidade de horas que você tem disponível para se dedicar de verdade para o estudo, sem distrações por perto nem compromissos;
  • analise o número de questões de cada disciplina para dedicar mais tempo àquelas que são mais cobradas pela banca. Exemplos:Constitucional, Administrativo, trabalho e Processo do Trabalho, e Ética;
  • verifique as matérias em que você tem mais dificuldade e priorize-as;
  • determine horários exatos para começar o estudo e para as pausas;
  • não estude durante muitas horas seguidas;
  • estipule intervalos para alimentação, descanso e lazer;
  • evite estudar quando estiver cansado.

Opte por materiais resumidos

Lembre-se de que você não tem tempo a perder! O prazo entre a publicação do edital e a prova é curto, portanto tente otimizar o seu tempo de estudo o máximo possível. Por isso, o ideal é investir em materiais resumidos que abordem as questões principais que realmente costumam ser cobradas no exame.

Atualmente, existem bons autores que produzem ótimos materiais nesse sentido — apostilas, resumões, cadernos mais generalistas etc. Eles conhecem a linha de pensamento dos examinadores da banca e sabem como transmitir o conhecimento mais específico e necessário para que você consiga sua aprovação.

Além disso, você pode optar por livros específicos para a prova da OAB. Eles apresentam a matéria de uma forma mais sintetizada, com resumos e resolução de questões.

Faça um curso preparatório

Nada melhor do que investir em um curso preparatório para o Exame da Ordem. Afinal, você terá todo um preparo específico e um estudo direcionado especialmente para essa prova. Afinal, os professores que dão aulas nesses locais convivem diariamente com esse universo e já se tornaram especialistas nesse tema.

Geralmente, o conteúdo que é cobrado é um pouco diferente da forma como ele é transmitido e explorado no curso da graduação. Os examinadores costumam cobrar jurisprudências e questões jurídicas clássicas, mas também atuais, que estão sendo discutidas no momento.

No MeuCurso, você poderá conhecer uma metodologia pedagógica diferenciada, focada em vários elementos pedagógicos, que vem apresentando excelentes resultados. Desenvolvemos a metodologia do SABER, PRATICAR E REVISAR.

O Saber são videoaulas de até 30 minutos, acompanhadas de um PDF com o resumo dos temas tratados.

O Praticar é o campo onde o aluno vai responder questões já aplicadas pela FGV em exames anteriores, relacionados ao tema estudado.

No Revisar, separamos elementos pedagógicos complementares (Podcast, pílulas, mapas mentais etc.) para a fixação do conteúdo desenvolvido.

Estude por provas anteriores da OAB

Estudar as provas antigas da OAB é a melhor forma de conhecer o estilo que a banca examinadora utiliza para abordar as questões. Assim, você vai saber melhor como o assunto é cobrado, e poderá se sair muito bem. Trata-se de uma ótima estratégia também para tornar o seu estudo mais produtivo.

Portanto, se programe para fazer simulados contendo as questões antigas da primeira fase. Além de ajudar a medir o seu nível de conhecimento, vai auxiliar na fixação do conteúdo.

O ideal é estudar por provas mais recentes, uma vez que muitas leis já podem ter sido alteradas ou revogadas, e os pensamentos doutrinários podem já estar desatualizados. Apenas tenha em mente que o exame da OAB passou a ser realizado pela banca da FGV somente a partir do ano de 2009. Antes disso, cada seccional era responsável por decidir a banca que elaboraria as questões.

A internet facilitou muito o amplo acesso a conteúdo de estudo para a OAB — livros, apostilas, aulas online. Isso sem falar nos diversos grupos de rateio de materiais, que também podem ser usados a seu favor. Porém, lembre-se que é necessário ter bom senso e saber distinguir os materiais bons e os ruins.

Leia as súmulas e orientações jurisprudenciais

Essa dica costuma cair bem para os candidatos da segunda fase, já que é durante essa etapa discursiva que você deve demonstrar para o examinador que domina bem o assunto que está sendo tratado. Muitas questões abordam entendimentos teóricos, incluindo súmulas e jurisprudências. Normalmente, a banca cobra as últimas orientações que foram publicadas.

De toda forma, é essencial que o futuro advogado tenha conhecimentos sobre as principais construções jurisprudenciais, uma vez que elas são responsáveis por embasar, e orientam o julgamento dos magistrados e do Tribunal, servindo de fundamentação para a defesa dos clientes.

Existem algumas plataformas que publicam Informativos contendo os principais entendimentos jurisprudenciais dos Tribunais Superiores. O site Dizer o Direito é o principal exemplo nesse sentido.

Gestão da emoção

Como você lida com o exame da OAB? Você encara esse momento como um grande obstáculo ou somente como uma etapa que precisa ser superada? Investir na sua inteligência emocional é tão importante quanto manter a rotina de estudos em dia. De fato, controlar as emoções e os pensamentos é fundamental para que você consiga ter um bom desempenho no momento de aplicação da prova, pois o nervosismo pode colocar tudo a perder.

Por isso, tente relaxar e ter calma. Respire fundo por alguns segundos até deixar o seu cérebro bem oxigenado. Essa técnica ajuda a melhorar a concentração, potencializa a memória e reduz o nível de tensão.

Além disso, você pode adotar hábitos mais saudáveis: mantenha uma boa alimentação, beba bastante água, faça atividades físicas, tenha momentos de lazer etc. Da mesma forma, evite álcool, tabagismo e alimentos muito pesados, pois eles prejudicam o seu raciocínio, além de gerar desgaste físico e emocional.

Se, ainda assim, você tiver um nível de ansiedade acima do normal, pode ser que esteja passando por um quadro clínico psicológico mais sério. Nesse caso, o ideal é buscar ajuda médica o quanto antes para não perder tempo.

Tenha em mente que você deve fazer o possível para passar. Contudo, lembre-se também de que ser reprovado não é o fim do mundo. Muitos candidatos passam por isso. Encare a prova com mais leveza e valorize os seus esforços. Assim, você terá maior tranquilidade mental durante e após o exame.

Estude em um ambiente tranquilo

Estudar em um local silencioso, iluminado e ventilado é um requisito essencial para a aprovação no exame. Dificilmente alguém consegue se concentrar em um ambiente barulhento, com pouca luz, abafado e incômodo, mesmo que tente.

Portanto, escolha um ambiente de estudo de paz. Evite distrações, como televisão e computador. Compre uma cadeira ergonômica e que se adapte ao seu corpo. Quanto mais confortável você estiver, maiores são as chances de chegar ao nível de concentração máxima. Além disso, você vai notar que a sua motivação vai melhorar bastante!

Avise aos seus familiares que está se dedicando ao exame e precisa de silêncio para o estudo. Caso não seja possível se concentrar dentro de casa, frequente uma biblioteca, pública ou da sua própria faculdade, para ter o sossego desejado.

Crie mapas mentais

O mapa mental é uma técnica de estudo que cria diagramas e resumos contendo símbolos, cores, setas e frases principais de efeito. O objetivo é auxiliar no aprendizado, potencializar a memorização e atuar na fixação e assimilação do conteúdo que foi estudo. Essa estratégia é bastante utilizada no Direito, especialmente pela grande quantidade de informações jurídicas existentes e que são produzidas todos os dias.

De fato, os mapas mentais simplificam o conteúdo e possibilitam uma melhor absorção das ideias durante o estudo. Além disso, ajudam a mente a fazer associações e conexões por meio da ligação entre conceitos-chave e desenhos. Isso é possível, pois ao fazer esses mapas, o cérebro está atuando com os dois lados — racional e criativo.

Você deve observar algumas dicas para criar bons mapas mentais. Confira:

  • escreva a ideia principal no centro do mapa;
  • faça ramificações simbolizando as ideias secundárias;
  • use palavras-chave e imagens-chave para ativar a memória e assimilar a matéria;
  • utilize cores variadas para obter uma melhor associação entre as ideias;
  • use símbolos que remetem para a mesma ideia ou outra linha de pensamento.

Essas são as melhores estratégias de estudos para OAB que você pode adotar para otimizar a sua aprovação na banca. Para ter sucesso, é essencial se dedicar e não negligenciar nenhuma dica. Se você colocar essas técnicas em prática, terá grandes chances de aprovação na prova da OAB, um passo fundamental para uma carreira brilhante na advocacia!

Quer se preparar para o Exame da Ordem? Comece investindo em um curso de qualidade! Entre em contato com o MeuCurso e saiba mais detalhes!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.