Valuation: saiba como funciona

O Valuation é um termo em inglês, que tem como significado “valor”. Para o âmbito empresarial, o termo retrata o processo para avaliar o valor da empresa, ou seja, estimar quanto uma empresa custa ou o preço mais provável de sua venda em um determinado período.

Continue nesse artigo para saber mais e aprender como calcular nos atendimentos empresariais que realizar.

Afinal, o que é valuation?

O valuation é uma metodologia que ajuda a estimar o valor intrínseco de uma empresa considerando, para isso, diferentes critérios de avaliação, tais como o fluxo de caixa atual e futuro da companhia.

Essa forma de avaliação está relacionada ao benefício e à utilidade que o produto e/ou serviço oferecido pela marca oferece aos seus clientes e mercado de atuação.

O valuation para startups é uma análise essencial na busca de investidores. Porém, diferentes modelos de negócios podem utilizá-lo também com o propósito de conseguir investimentos, ou mesmo de vender a empresa.

Importância do valor de uma empresa

O valuation é fundamental quando a empresa vai ser negociada, ou seja, vendida pelo antigo proprietário e comprada por um novo empreendedor.

Essa avaliação ajuda a garantir que o preço negociado nessa transação seja justo, compatível com o porte da companhia, com o seu mercado de atuação, seus resultados e projeções, evitando, assim, que qualquer parte envolvida seja prejudicada.

Ao saber o valor da empresa no mercado, o empreendedor consegue planejar-se para o futuro, identificando as melhores oportunidades para agregar valor ao seu negócio. 

Motivos para fazer valuation

Uma empresa pode ser avaliada em diversas ocasiões e por diferentes motivos: para fins contábeis, depois da realização de uma transação ou aquisição, em processos judiciais, entre outros exemplos nos quais os bens eventualmente precisem ser divididos.

Os responsáveis por fazer o valuation analisam os vários componentes da empresa e estimam o valor monetário dos seus ativos intangíveis, entre eles a própria marca, o relacionamento com o cliente e a tecnologia.

Calcular o valuation de seu negócio tem vários benefícios, tais como:

  • Identificar as características que o valorizam;
  • Entender aspectos que o fazem valer menos;
  • Saber quanto pode ser investido;
  • Entender o crescimento ao longo dos anos;
  • Negociar, de forma justa, o valor da empresa com o societário.

Como calcular o valuation?

Grandes e pequenos negócios podem identificar o seu valor por meio das seguintes etapas:

  1. Calcular o valor aproximado do fluxo de caixa para os próximos anos, ou seja, o que é recebido e posteriormente gasto;
  2. Estipular uma taxa de desconto, identificando os riscos de investimento, tendo como base a bolsa de valores;
  3. Somar os resultados aos valores presentes.

Principais métodos de valuation

Existem diferentes metodologias como:

  • método de fluxo de caixa descontado;
  • método de múltiplos mercados;
  • método de capital de risco;
  • método de liquidação de ativos.

Método de fluxo de caixa descontado

Um dos mais conhecidos e utilizados, esse método de valuation tem como base a avaliação do fluxo de caixa da empresa. Para isso, são considerados pontos como as suas receitas, despesas e custos da organização. 

Somado a esses critérios, é preciso estabelecer as taxas de desconto do negócio, percentual que indica a desvalorização do dinheiro que circula em longo prazo.

Por fim, deve ser feita a soma do fluxo de caixa da companhia e subtrair deste valor as taxas de descontos identificadas. O resultado é o valuation do negócio.

Método de múltiplos mercados

Também chamada de avaliação relativa, essa metodologia compara os múltiplos da empresa (divisão do preço atual da ação pelo seu valor patrimonial) com outros de negócios que atuam no mesmo segmento.

Entre os métodos de valuation, esse pode considerar o faturamento da companhia, seu lucro, e outros dados relacionados.

Apesar de ser uma forma relativamente simples de obter o valor de uma empresa, a pessoa responsável pelo seu cálculo precisa ter bom conhecimento do mercado de atuação do negócio.

Método de capital de risco

O método de capital de risco é mais utilizado por investidores, por isso, mais comuns em startups.

Ele permite que quem está interessado em investir em um negócio avalie o possível retorno financeiro que terá. 

Além disso, essa metodologia de avaliação contribui para os investidores verificarem o potencial de lucro da empresa, quanto conseguem resgatar caso retirem suas participações, e até o valor máximo necessário de investimento para conseguirem o retorno esperado.

Método de liquidação de ativos

Já o método de liquidação de ativos é indicado quando o empreendedor e os seus sócios, caso tenham, decidem vender a empresa.

Para chegar ao valuation da companhia utilizando essa metodologia, é necessário somar todos os ativos do negócio e subtrair pelos seus passivos.

Nessa conta, devem ser considerados todos os bens materiais que podem ser transformados em dinheiro, tais como equipamentos, maquinários, entre outros.

O objetivo é apresentar ao comprador um valor justo de venda, bem como mostrar quanto pode obter de retorno caso decida comprar a empresa para liquidá-la.

Advogados e o valuation

Nesse processo do valuation, advogados devem trabalhar em parceria com assessores financeiros ou peritos contábeis para a elaboração de um laudo de avaliação com base econômica, financeira e contábil para os cálculos corretos.

E na pós-graduação de Direito e Processo do Trabalho são estudadas de forma aprofundada as questões que caracterizam as relações trabalhistas,  como também as questões que geram repercussões de grande relevância para as empresas, trabalhadores e toda a sociedade.

Confira mais sobre o curso, neste link

 

Fonte: Endeavor, Sebrae. 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.